Vinho do Pico amadurece em gruta

A Cooperativa Vitivinícola do Pico-Picowines lançou, recentemente, no mercado, o seu novo vinho Gruta das Torres Arinto dos Açores 2018.

O vinho da casta Arinto dos Açores da Picowines tem uma edição limitada de 1.183 garrafas, sendo o primeiro que amadureceu, durante 15 meses, no interior da Gruta das Torres, o maior tubo lávico conhecido em Portugal.

Após o processo de desengace, o vinho permaneceu dois dias em maceração a frio e fermentou com leveduras indígenas num balseiro de carvalho francês de cinco mil litros.

Estagiou sobre borras finas durante sete meses e foi engarrafado, em maio de 2019, seguindo-se o envelhecimento em garrafa na Gruta das Torres, um tubo lávico com 1.500 anos, processo que decorreu durante 15 meses a 17 metros de profundidade, a uma temperatura constante de 15ºC, com uma humidade de 90% e em total escuridão.

As garrafas de vinho Gruta das Torres 2018 são comercializadas numa caixa com um preço de venda ao público recomendado entre 35 euros e 40 euros e podem ser encontradas nas principais garrafeiras de todo o país.

Deixe uma resposta