Pudim Conde da Praia

A doçaria conventual está na origem de alguns dos mais tradicionais doces da cozinha açoriana.

O Pudim Conde da Praia terá sido criado pelas religiosas do Convento de São Gonçalo (Angra do Heroísmo), no final do século XVIII.

Inicialmente designado como Pudim de Batata da Terra é hoje conhecido como Pudim Conde da Praia, uma vez que era muito apreciado por Teotónio Ornelas Bruges, 1º Conde da Praia da Vitória e herói terceirense do Liberalismo.

A receita foi durante muito tempo guarda em poucas mãos tendo sido criada a ideia que se trata de um pudim difícil de confecionar.

Modo de preparação
1. Coza as batatas. Use um Passe-vite para fazer puré de batata.
2. Lavar ao lume o açúcar com uma chávena de água, os dois paus de canela e casca de limão até atingir o ponto pérola. Adicionar a manteiga ao açúcar fora do lume até que derreta e retirar os paus de canela e a casca de limão. Juntar o puré de batata ainda fora do lume e continuar a mexer até que todos elementos estejam bem incorporados. Levar de novo ao lume adicionando a canela em pó até atingir o ponto de estrada.
3. Num recipiente bata as 24 gemas e clara com varas. Adicione lentamente o preparado e incorpore tudo sem nunca parar de mexer. Leve de novo ao lume para engrossar até atingir o ponto de estrada. 
4. Verta o preparado para uma forma forrada com papel vegetal e untada com manteiga e coloque no forno a 180 graus durante cerca de 35 minutos.

Nota: Desenforme o pudim quando estiver frio e polvilhe com açúcar em pó.

Ingredientes
1 kg de Açúcar
24 Gemas de ovo
1 Clara de ovo
250 gr. de Batata da terra
250 gr. de Manteiga dos Açores
2 Paus de canela
1 Colher de chá de canela
1 Limão
Água q.b.
Açúcar em pó q.b.

(c) Direitos Reservados

Correio da Manhã – 4.2.2019

Comentários

    1. Post
      Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *