Iscas de fígado

As iscas de fígado são um dos muitos pratos que surgiram nos Açores relacionados com a matança do porco. Durante séculos, a matança do porco foi uma realidade nas casas rurais dos açorianos e para além de permitirem o aprovisionamento de carne suína por vários meses para as famílias era também motivo para festa, onde não faltavam os ranchos de homens a cantar que eram recebidos com iguarias, aguardente e figos passados.

Ingredientes

300 gr. de Fígado de porco

75 gr. de Banha de porco

200 ml. de Vinho Branco

3 Cebolas

1 Colher de sopa de polpa de tomate

1 Colher de chá de massa malagueta

2 Dentes de alho

1 Folha de Louro

6 Bagas de pau-de-cravo

Sal q.b.

Modo de preparação

1. Corte o fígado em tiras finas e pequenas.

2. Coloque na tigela o fígado cortado às tiras o vinho branco, os dentes de alho esmagados, a folha de louro, o pau-de-cravo e a massa malagueta e deixe marinar em vinha d´alhos durante cerca de duas horas.

3. Numa frigideira ao lume com banha frite as iscas escorridas e reserve.

4. Corte as cebolas às rodelas e frite na mesma frigideira com banha que usou para as iscas e junte a polpa de tomate.

5. Adicione um pouco do molho da vinha d´alhos, as iscas reservadas e tempere com sal. Deixe levantar fervura e apurar.

Nota: Sirva as iscas de fígado com arroz branco ou batata cozida.

© Direitos reservados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *