Festival do Queijo de São Jorge na Calheta

A Confraria do Queijo de São Jorge promove, de 25 a 27 de novembro, na vila da Calheta (São Jorge), um festival onde serão debatidos aspetos relacionados com o futuro daquele produto, numa altura em que se colocam alguns desafios devido à redução da produção de leite na ilha e a outros fatores.

A anteceder o Festival do Queijo de São Jorge, realiza-se, a 25 de novembro, a cerimónia de entronização de novos confrades na Confraria do Queijo de São Jorge.

No sábado, 26 de novembro, o festival arranca, às 14h00, com provas de queijos e um showcooking, com o chef José Maria Moreira.

Às 15h30 do mesmo dia, realiza-se, no Museu Francisco de Lacerda, uma mesa-redonda dobre o tema “O Queijo de São Jorge e o futuro dos laticínios dos Açores-perspetivas”, coordenada pelo jornalista Armando Mendes (Diário Insular) e que terá como oradores António Azevedo (grão-mestre da Confraria do Queijo de São Jorge), António Aguiar (presidente da Uniqueijo), José Matos (especialista em laticínios e ex-professor da Universidade dos Açores), Pedro Pimentel, (Centromarca) e ainda o secretário regional da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, António Ventura e o diretor regional do Empreendedorismo, Bruno Belo.

No domingo, pelas 14h00, terá lugar a atuação do Grupo de Folclore da Beira, um rally paper (15h30) e ainda um showcooking com Patrícia Cheio, às 17h00.

 

Deixe uma resposta